Toyota ofereceu Le Mans à Porsche à beira do fim

Toyota ofereceu Le Mans à Porsche à beira do fim

A dois minutos do final das 24H de Le Mans, o Toyota líder da prova ficou parado com a meta à vista entregando o triunfo à Porsche

000-Lemans16-Porsche02Um verdadeiro "golpe de teatro" permitiu o triunfo à Porsche na edição de 2016 das 24 Horas de Le Mans, a prova de resistência mais mediática e importante do calendário desportivo mundial na qual a Toyota dominou durante toda a corrida, teve mesmo oportunidade de permitir a um piloto japonês a presença ao volante na última hora de prova, para o que seria uma vitória simbólica do Japão nesta importante prova de Le Mans, e acabou por ficar com o carro parado na pista, por falta de potência a apenas dois minutos do final e já com a meta à vita, permitindo a ultrapassagem por parte do Porsche tripulado por Marc Lieb, Romain Dumas e Neel Jani.

PUB

O Toyota número 5 pilotado pelo britânico Anthony Davidson, o suíço Sébastien Buemi e o japonês Kazuki Nakajima chegou à 23ª hora de prova com uma vantagem que parecia no mínimo tranquila sobre os adversários mais directos, nomeadamente o Porsche de Lieb, Dumas e Jani. Aliás, de tal forma a vantagem era confortável que a equipa determinou entregar o volante a Nakajima, que trocou por aquela altura com Davidson, procurando a Toyota uma vitória ainda mais emblemática com um piloto do seu país ao volante do carro de maior êxito do construtor japonês. Porém, ironia das ironias, é caso para dizer que se aplicou o ditado popular que diz que "quem tudo quer tudo perde" e quando ninguém o esperaria o Toyota de Nakajima claudicou.

Em plena recta principal, o Toyota parou depois de 24 horas de prova, perdendo o seu primeiro triunfo e ditando a sorte da Porsche que assim garantiu o triunfo na mais importante prova de resistência automobilística pelo segundo ano consecutivo para o construtor germânico. Ao início ainda se pensou que o Toyota número 5 poderia pelo menos garantir o segundo lugar na frente do outro carro do construtor nipónico, entregue a Stéphane Sarrazin, Mike Conway e Kamui Kobayashi, o que permitiria dois Toyota no pódio final, mas nem isso o construtor japonês segurou já que a derradeira volta do azarado Toyota número 5 foi considerada demasiado lenta e daí à desclassificação foi o percurso imediato. Quem ganhou com isso foi o Audi pilotado por Lucas di Grassi, Loic Duval e Oliver Jarvis, que assim chegou a um inesperado lugar no pódio na categoria principal em Le Mans.

001-Lemans16-Porsche02005-Lemans16-Toyota05016-Lemans16-Toyota05-Nakajima009-Lemans16-Audi08

Depois de uma corrida que começou com o safety car em pista por via da chuva e, no final, com tudo a indicar que a Toyota iria conseguir a sua primeira vitória em Le Mans, uma avaria acabou por resultar num verdadeiro golpe de teatro nas 24 Horas de Le Mans, a Porsche pôde festejar uma vitória que já não esperava, e a Toyota desesperou por perder uma oportunidade porventura única no mítico traçado de Le Mans. Já em relação à outra marca que terá motivos para celebrar, a Audi, que viu cair-lhe no colo um lugar no pódio, vai conseguir a deter uma marca ímpar isto porque já desde 1999, ano em que se estreou em Le Mans, que a marca dos quatro anéis, e também nesta edição, esteve sempre presente no pódio no final das 24 Horas de Le Mans.

Confira com o LusoMotores a classificação final desta edição de 2016 das 24 Horas de Le Mans com referência às posições finais das equipas com pilotos portugueses ou de origem lusa...

Classificação final:
1. Neel Jani/Romain Dumas/Marc Lieb (Porsche) 384 voltas
2. Stéphane Sarrazin/Mike Conway/Kamui Kobayashi (Toyota) + 3 voltas
3. Lucas di Grassi/Loic Duval/Oliver Jarvis (Audi) + 12 voltas
4. Marcel Fassler/André Lotterer/Benoit Tréluyer (Audi) + 17 voltas
5. Nicolas Lapierre/Gustavo Menezes/Stéphane Sarrazin (Alpine) + 27 voltas
6. Roman Rusinov/Will Stevens/René Rast (Oreca) + 27 voltas
7. Vitaly Petrov/Victor Shaitov/Kirill Ladygin (BR) + 31 voltas
8. Nick Leventis/Danny Watts/Steven Kane (Gibson) + 33 voltas
9. Pu Junjin/Tristan Gommendy/Nico De Brujin (Oreca) + 36 voltas
10. Memo Rojas/Julien Canal/Nathanael Berthon (Ligier) + 36 voltas
(…)
17. R. González/B. Senna/Filipe Albuquerque (RGR-Morand Ligier) a 40 v.
19. M. Munemann/C. Hoy/A. Pizzitola (Algarve Pro Ligier) a 43 v.
(…)
20. J. Hand/D. Müller/S. Bourdais (Ford GT) a 44 v. (1º GTE-PRO)
21. G. Fisichella/T. Vilander/M. Malucelli (Ferrari 488) a 44 v.
22. R. Briscoe/R. Westbrook/S. Dixon (Ford GT) a 44 v.
(…)
24. T. Krohn/N. Jönsson/João Barbosa (Krohn Ligier) a 46 v.
(…)
28. B. Sweedler/T. Bell/J. Segal (Corsa Ferrari) a 53 v. (1º GTE-AM)
29. F. Perrodo/E. Collard/Rui Águas (AF Corse Ferrari) a 53 v.
30. K. al Qubaisi/D. Heinemeier-Hansson/P. Long (Proton Porsche) a 54 v.

002-Lemans16-Porsche02004-Lemans16-Porsche02014-Lemans16-Toyota05015-Lemans16-Toyota05008-Lemans16-Toyota06006-Lemans16-Porsche02

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.