Kia aposta no Porto de Setúbal
Hoje é Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018

Kia aposta no Porto de Setúbal

Os veículos automóveis da Kia Portugal passaram a chegar ao mercado nacional, desde o passado dia 10 de Abril, a partir do Terminal Multiusos da Zona 1 do Porto de Setúbal

Kia no porto de SetúbalAvançando para uma realidade que os próprios responsáveis da marca em Portugal apontam como "uma importante aposta" da Kia enquanto marca em crescimento no mercado automóvel em Portugal, esta marca coreana passou a utilizar o Terminal Multiusos da Zona 1 do Porto de Setúbal como porta de entrada para todos os veículos Kia que serão comercializados no mercado nacional. Esta nova realidade arrancou no passado dia 10 do corrente mês de Abril, data em que chegou a Setúbal o primeiro lote de 295 veículos ao porto sadino...

O dia 10 de Abril de 2012 ficará assim na história da Kia Portugal como o dia em que os veículos automóveis da Kia passaram a entrar directamente no mercado nacional a partir do Porto de Setúbal. Com efeito, foram descarregadas na passada terça-feira no Terminal Ro-Ro do Porto de Setúbal 295 veículos Kia, no que constituiu o arranque dos desembarques de viaturas da Kia em Portugal exclusivamente pelo Porto de Setúbal. Kia no porto de SetúbalAs viaturas chegaram ao porto no navio “Morning Chorus”, do armador OW SHIPPING CO PTE LTD, agenciado pela Barwil Knudsen - Agentes de Navegação, Lda. e a descarga foi efectuada pela Setefrete – Sociedade de Tráfego e Cargas, SA.

Esta primeira operação foi assinalada com a presença de representantes das várias entidades intervenientes, directa e indirectamente, em todo o processo logístico, como a APSS, a Barwil Knudsen, a Setefrete e a RIA Ibérica, mas também outras entidades setubalenses, nomeadamente o Vitória Futebol Clube, força viva da cidade e do distrito de Setúbal que é patrocinado pela Kia Portugal. Todas estas entidades aceitaram assim de bom grado o convite endereçado pela Kia Portugal, que integra o Grupo Bergé Automoción, o maior distribuidor ibérico de viaturas automóveis. Para o Porto de Setúbal, este tipo de operações contribui para o posicionar como o maior porto português de veículos, com potencial para ser um futuro hub Ro-Ro da Península Ibérica e da Europa, com ligação ao Mediterrâneo, África, Américas e Ásia.

Satisfação global assumida
por todos os intervenientes

Kia no porto de SetúbalNa recepção ao primeiro lote de veículo de automóveis Kia chegados a Portugal, todos os representantes das entidades que acompanharam este primeiro passo da nova realidade logística da Kia foram unânimes em afirmar o agrado sentido por esta realidade. Isso mesmo foi frisado por Ricardo Roque, da Administração do Porto de Setúbal, que destacou a importância que deve ser atribuída a este momento, “um marco histórico” que, disse, “vem complementar o movimento intercontinental que já existia no Porto de Setúbal”. “Anteriormente foi já possível estabelecer uma linha que liga Setúbal à China, através da distribuição de carros da fábrica Autoeuropa, da Volkswagen, e faltava este complemento que era a vinda de carros da Ásia através desta porta giratória que é o Porto de Setúbal. Estamos perante um porto que se tem destacado na movimentação Ro-Ro (roll on – roll off) para veículos, mas principalmente como uma placa giratória europeia e agora também intercontinental, ligando-se à Ásia que é um mercado muito importante, quer como destino, quer como origem”, disse.

Por seu turno, Porfírio Gomes, em representação da Tersado, empresa que detém a concessão do Terminal Multiusos na Zona 1 do Porto de Setúbal, o qual ultrapassou em 2011 as 1,7 milhões de toneladas, colocando o seu desempenho, em 2011, como o segundo melhor de sempre no volume total de carga que ali esteve em trânsito, começou por lembrar que apesar dos bons resultados no ano passado, Kia no porto de Setúbal“se olharmos à realidade por segmentos, houve alguns segmentos que viram subir a sua importância, mas outros houve que caíram, e o caso do automóvel, desde 2008, é um segmento que tem estado a diminuir”.

“Com a nova solução logística da Kia abre-se uma nova porta que pode ainda não ser muito grande mas que existe. Aliás, já antes tinha sido aberta uma linha, com a ida de automóveis da Autoeuropa para a China, e que passou desde essa altura pelos retornos, que permitiram a entrada também por aqui de alguns veículos Mitsubishi. Agora, com a chegada dos automóveis Kia, é possível criar outra massa crítica que permitirá que o navio possa começar a fazer o transporte de mais automóveis, nomeadamente da Kia porque tem capacidade de crescimento, mas também de outras marcas que possam ser conquistadas pelo armador”, frisou.

Em termos de quantidades de veículos transaccionados no Porto de Setúbal, e ainda de acordo com Porfírio Gomes, “Setúbal já chegou a ‘fazer’, por ano, quase 300 mil automóveis”. Kia no porto de Setúbal“Este ano, no conjunto de todas as marcas que passam por Setúbal, nomeadamente a Autoeuropa, se chegarmos aos 200 mil veículos, certamente que ficaremos muito felizes”, concluiu.

Quem acompanhou igualmente este primeiro dia da “nova” Kia também em Setúbal foi Fernando Oliveira, presidente da Direcção do Vitória Futebol de Clube, cuja equipa de futebol profissional a disputar actualmente o campeonato da Liga Zon/Sagres é patrocinada pela Kia Portugal. Instado a comentar esta realidade, Fernando Oliveira disse ter sido “com muito orgulho” que assistiu a este novo passo, e deixou a sua justificação para tal agrado: “Olhamos para esta situação com muito orgulho já que sentimos que existe uma enorme empatia entre a Kia e o Vitória de Setúbal, tudo temos feito para que a Kia se possa implantar cada vez mais no nosso distrito, o seu administrador tem estado muito atento à realidade do fenómeno desportivo e empresarial em redor do Vitória de Setúbal, e estamos muito lisonjeados por termos sido convidados para aqui estarmos presentes pelo que, naturalmente, queremos desejar para a Kia as maiores felicidades”.

Meio milhão de euros
ficam em Portugal

Kia no porto de SetúbalDo lado do Grupo Bergé e da Kia Portugal, a satisfação por esta nova realidade começou por ser expressa por Nuno Sainz, CEO do Grupo Bergé Automoción, para quem “esta aposta do Grupo em Portugal no desenvolvimento de mais este negócio, vem permitir uma poupança de tempos e custos logísticos, de que sairão beneficiados também os nossos concessionários e os clientes finais , pois passarão a poder receber os respectivos automóveis mais cedo, mas vem também, permitir uma maior autonomia ao negócio automóvel da Kia em Portugal, sendo este um primeiro passo para que o negócio automóvel em Portugal possa ser completamente independente do que é feito em Espanha”. “Passaremos a ter em Portugal uma logística própria, uma movimentação de acordo com as necessidades do mercado, e isso irá permitir um desenvolvimento maior e mais uniforme e sempre de acordo com aquilo que o mercado exigir, esperando que o mercado possa crescer e se vejam maiores e melhores resultados”, acrescentou Nuno Sainz.

Igualmente satisfeito por esta nova realidade afirmou-se João Seabra, o Director Geral da Kia em Portugal, para quem a marca é, a partir de agora, “uma nova Kia”. “Parece que foi dado aqui um pequeno passo, mas eu entendo-o como um grande passo na história da Kia em Portugal. Vamos ter, a partir de agora, a nossa logística baseada em Portugal, acreditamos que a Kia vai crescer, e pretendemos também ajudar Portugal a ultrapassar esta fase mais difícil, havendo da nossa parte a vontade de desenvolver todo o negócio possível em Portugal, com toda a logística da Kia a ser feita a partir de Setúbal. Em termos financeiros – finalizou –, esta é uma operação que pode representar, anualmente, meio milhão de euros, uma quantia que até agora, na sua maior parte, ficava fora do país, e que passa agora a ser investido em Portugal passando a ser usado por empresas portuguesas, o que nos deixa particularmente satisfeitos já que estamos também desta forma a contribuir para o desenvolvimento do país”.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.